segunda-feira, dezembro 10, 2007

Praia



Não tem que ser mar
é cor pura
quando acontece
espaço
espuma
ar frio
pegada na areia
o amor desembarca
mesmo quando ninguém
espera.

Carlos Peres Feio, in"podiamsermais", pág.47, Edição da J.F.Carcavelos e A.C.Cascais.

Foto:Zacarias Pereira da Mata

Este poema faz parte do último livro de Carlos Peres Feio:



O qual me ofereceu, e espero colocar aqui mais alguns:)

Já antes de ter blog, era um dos poetas que comentava.


Um grande obrigada para ele.

4 comentários:

Fatyly disse...

Fantástico e como sabe bem receber prendas dessas.

Parabéns para o autor e que tenha sucesso.

Beijocas

Clitie disse...

Como vou estar fora na época de festas, passei para desejar Um Feliz Natal e um Bom ano Novo.

Deixo ainda o convite para uma visita à Loja da Sasha Cores em www.sashacores.isgreat.org

Beijinhos

Paula Raposo disse...

Não conhecia. Até chegar aqui e ler este poema...com o mar tudo faz mais sentido, mesmo o que não tem sentido algum.

lena disse...

hoje fico rendida ao encanto

não conhecia este Poeta, eu que ando sempre à procura de algo de novo

gostei de o ler, já fui ver também o blog

obrigada Wind por o trazeres até aqui, um poeta que certamente vou ter muito prazer de ler e de sentir

o poema tocou-me um mar de amar


beijinhos e o meu abraço

lena