quinta-feira, fevereiro 21, 2008

Leve beijo triste



Teimoso subi
Ao cimo de mim
E no alto rasgei
As voltas que dei

Sombra de mil sóis em glória
Cobrem todo o vale ao fundo
Dorme meu pequeno mundo

Como um barco vazio
P'las margens do rio
Desce o denso véu lilás
Desce em silêncio e paz
Manso e macio

Deixa que te leve
assim tão leve
Leve e que te beije meu anjo triste
Deixo-te o meu canto canção tão breve
Brando como tu amor pediste

Não fales calei
Assim fiquei
Sombra de mil sóis cansados
Crescendo como dedos finos
A embalar nossos destinos

Deixa que te leve
assim tão leve
Leve e que te beije meu anjo triste
Deixo-te o meu canto canção tão breve
Brando como tu amor pediste.

Paulo Gonzo

Foto:Yuri Bonder

4 comentários:

Menina_marota disse...

Uma oportunidade de ver e ouvir, já que não vi o progama...

Gosto imenso de ouvir o Paulo ;)

Ainda bem que partilhaste este momento aqui. Grata por isso.

Um abraço e continuação de boa semana ;)

Carla disse...

tão lindo...imensamente belo texto e imagem

Paula Raposo disse...

Sem palavras...tão belo, tão triste.

Fatyly disse...

Este é como o vinho do porto...quanto mais velho melhor! Adoro esta letra e música:)

Beijos