domingo, novembro 07, 2010

A actualidade das palavras

4 comentários:

Fatyly disse...

Bem actual...bem actual:(

Beijocas e vamos sorrir porque tudo irá mudar:)

Observador disse...

Há coisas que nem o tempo apaga.

Bj

Luis Neves disse...

100 anos depois de Eça; os políticos continuam iguais a si próprios.
Não sendo um poema, fica bem aqui no tua antologia de poesia.
vou colocar em outro Blog

Su disse...

veroooooo

jocas maradas