sábado, junho 14, 2008

É



Pensei conhecer as sombras pelos nomes,
especialmente, os das sombras das esquinas,
e todos os nomes,
todas as sombras,
todas as esquinas,
quis conhecer.
Pensei conhecer as nuvens pelos nomes,
mas, fundamentalmente, o nome de cada esquina,
e todos os nomes,
todas as nuvens,
todas as esquinas
quis conhecer.
Penso já conhecer as nuvens, pela sombra,
mas não, seguramente, as esquinas de cada nome.

Manuel Filipe, in"Nas Palmas Da Noite", pág.45, Apenas Livros

Foto:Bugra Sadikoglu

5 comentários:

Fatyly disse...

Outro poeta que conheci aqui e cujo livro é simplesmente genial.

É...de facto...quase impossível sabermos e sentirmos "as esquinas de cada nome".

Lindissimo e tocante**

Paula Raposo disse...

Excelente!! Mágico Manuel Filipe!!

papagueno disse...

Também foi uma das boas descobertas que fiz por aqui.
Bjks

lena disse...

é um prazer ler Manuel Filipe

e este é mais um dos seus excelentes poemas

beijinhos e a ternura de um abraço

lena

sp disse...

MUITÍSSIMO interessante este blog!
Voltarei...