segunda-feira, novembro 12, 2007

Pedra Filosofal



Eles não sabem que o sonho
é uma constante da vida
tão concreta e definida
como outra coisa qualquer,
como esta pedra cinzenta
em que me sento e descanso,
como este ribeiro manso
em serenos sobressaltos,
como estes pinheiros altos
que em verde e oiro se agitam,
como estas aves que gritam
em bebedeiras de azul.

eles não sabem que o sonho
é vinho, é espuma, é fermento,
bichinho álacre e sedento,
de focinho pontiagudo,
que fossa através de tudo
num perpétuo movimento.

Eles não sabem que o sonho
é tela, é cor, é pincel,
base, fuste, capitel,
arco em ogiva, vitral,
pináculo de catedral,
contraponto, sinfonia,
máscara grega, magia,
que é retorta de alquimista,
mapa do mundo distante,
rosa-dos-ventos, Infante,
caravela quinhentista,
que é cabo da Boa Esperança,
ouro, canela, marfim,
florete de espadachim,
bastidor, passo de dança,
Colombina e Arlequim,
passarola voadora,
pára-raios, locomotiva,
barco de proa festiva,
alto-forno, geradora,
cisão do átomo, radar,
ultra-som, televisão,
desembarque em foguetão
na superfície lunar.

Eles não sabem, nem sonham,
que o sonho comanda a vida,
que sempre que um homem sonha
o mundo pula e avança
como bola colorida
entre as mãos de uma criança.

António Gedeão

Foto:Nuno Milheiro

Ainda estou ausente, mas na terapia ocupacional dão-me uns minutos para vir à net e hoje não resisti de postar. Sinto a falta da "minha" poesia:)
Muitos beijos para todossssssssss:)

7 comentários:

Paula Raposo disse...

E fizeste muito bem, Isabel! Adoro este poema, adoro esta música. Enviei-te um email. Beijos.

Clitie disse...

Fizeste bem, com uma escolha optima!!

Beijinhos e tudo de bom
Clitie
wwwinsular.blogspot.com

Fatyly disse...

Percebo-te perfeitamente porque também adoro poesia e não só...uma sopa com um cadinho de tudo:))))

Este poema é um dos mais belos e ainda conservo o papelinho onde um menininho escreveu e deu-me para que eu nunca deixasse de sonhar:)))

Beijocas e FORÇAAAAAAAAAAAAAA

Su disse...

gostei de te saber....aqui,,,,,

jocas maradas...sempre

Special K disse...

Então seja bem-vinda. Beijos

Opintas/Bernardo Kolbl disse...

Estás melhor?
Espero mesmo que sim.
Um abraço.

Isabel-F. disse...

eu adoro este poema ...
acho-o umas das coisas mais lindas aluguma vez escrita ...


beijinhos para ti Wind