terça-feira, março 05, 2013

O luar enche a terra de miragens



O luar enche a terra de miragens
E as coisas têm hoje uma alma virgem,
O vento acordou entre as folhagens
Uma vida secreta e fugitiva,
Feita de sombra e luz, terror e calma,
Que é o perfeito acorde da minha alma.

Sophia de Mello Breyner Andresen

Imagem retirada do Google

7 comentários:

Ricardo Meneses disse...

O luar enche-me a alma, amiga Wind!

Beijinho e boa semana!

FireHead disse...

Se a lua estivesse cheia até me punha a uivar. :)

Fatyly disse...

Lindíssimo!!!

Amiga se no dia 17 (Lua Nova) e no dia 27 (Lua cheia) ouvires uns uivos com chamas...não te assustes já sabemos que é o reguila do Fire LOL

Beijocas

FireHead disse...

Não, é um lobisomem. :)

Eu geralmente uivo quando vejo uma gaja boa. :P

AuuUUUuuuUUuuuuUUUU!!

Observador disse...

Este - não sei se há outro - FireHead é o máximo!
Com que então, o amigo só uiva quando vê gajas boas?!?!
Imagino que tem alturas em que não se cala.
:)

Wind, 'o luar de Sophia' é, ainda, mais encantador.

Bj

wind disse...

O Firehead não pode ver a lua.lololol

FireHead disse...

Observador,

Não me calo como se eu raramente vejo uma gaja boa? Isto está muito fraco. :P