quinta-feira, março 14, 2013

Bilhete



Se tu me amas, ama-me baixinho
Não o grites de cima dos telhados
Deixa em paz os passarinhos
Deixa em paz a mim!
Se me queres,
enfim,
tem de ser bem devagarinho, Amada,
que a vida é breve, e o amor mais breve
ainda…

Mário Quintana

Imagem retirada do Google

5 comentários:

FireHead disse...

Isso é alentejanice pura e dura...

Observador disse...

Há aqui algo que me soa mal, Wind.

Amar baixinho, devagarinho?

Mário Quintana nunca amou, creio.

wind disse...

Por acaso é brasileiro:)

Fatyly disse...

Há que saber dar valor ao amor que é feito de pequenas coisas...pequenos gestos...simplicidade e ironia que caracterizou Mário.

Gostei e a foto é uma delícia...e pegando no que diz o Fire...diz lá se ele não é parecido com o azulinho:) ai que é hoje que o rapaz vai mandar-me um dardo:):):)

Beijocas miúda

FireHead disse...

Alentejanice no sentido de dizer que tem de ser bem devagarinho, amigas...