sexta-feira, março 29, 2013

Esplanada



Naquela noite, de tão apaixonado,
incendiei toda uma carteira de fósforos
ao dar-lhe lume.

Este episódio é muito certo
e verdadeiro - pelas risadas
toda a esplanada percebeu.

Manuel Filipe, in "Lisboa Oriental", pág.6

Imagem retirada do Google

3 comentários:

Fatyly disse...

Quando li este poema sorri imenso:) Pudera!!!!:)

Beijocas

FireHead disse...

Isso hoje em dia já não é bem assim. Muitos sentimentos relativos ao amor e à paixão já foram "matados". A tradição já não é o que era.

Uma Santa e Feliz Páscoa!

Observador disse...

Gosto do texto e da imagem.

Bj