domingo, março 17, 2013

Escrita



Tamborilar de gotas no telhado:
-a escrita da chuva.

Manuel Filipe, in"Lisboa Oriental", pág.18

Imagem retirada do Google

4 comentários:

Observador disse...

Passo, respiro e saio.

Bjs

Fatyly disse...

Maravilha e descobres fotos que dão vida às palavras de Filipe!

Beijocas

FireHead disse...

Adoro a chuva. Bem que podia chover agora, para tirar os conguitos da rua... :)

Nilson Barcelli disse...

Parece tão simples dizer esses 2 versos...
Mas ninguém o disse antes.
Isabel, minha querida amiga, tem uma boa semana.
Beijo.