domingo, novembro 11, 2012

Nocturno com flores



(...)

sem as cores propriamente
do jardim a seus pés
a Lua insolvente
espreita de revés
o vermelho estridente
do canteiro de aloés

(...)

Manuel Filipe, in"Via de Curetes", pág.59, Edição do Autor~

Imagem retirada do Google

3 comentários:

Fatyly disse...

Belissimo numa conjugação perfeita!

Beijocas e um bom domingo

Observador disse...

Que mania pá!
Escolhes sempre o melhor...

Beijo

Paula Raposo disse...

Belo! Beijinhos.