terça-feira, novembro 13, 2012

Credo



Foi abandonado na terra
para aprender a andar sobre as águas
como certo deus menor.

Conheceu a imperfeição,
a penosa tristeza dos homens
e as múltiplas formas de viver na angústia.

Não estava preparado.
Obrigou-se a crer na ressurreição da carne,
talvez à terceira noite.

Manuel Filipe, in "Via de Curetes", pág.61, Edição de Autor

Imagem retirada do Google

2 comentários:

Fatyly disse...

Um Credo tão diferente e muito imaginativo recheado de verdade!

Beijocas

Observador disse...

Gostei.
Bj