segunda-feira, novembro 05, 2012

agosto 31 18:30



nem azul
imensa e cor de madrepérola
                                a lua
              despida de amores
perdoa o lugar-comum
                             e baila
além da minha janela

Márcia Maia

Foto: Eli

2 comentários:

Fatyly disse...

Tão terno...gostei muito!

Beijocas

Observador disse...

É das poucas situações em que me sinto sem palavras.
Why?

Beijo