segunda-feira, julho 19, 2010

Anoiteço



Anoiteço
Entro em casa
sobre um tapete de estrelas
e adormeço
no meio delas.

Manuel Filipe, in"Eis uma Casa", pág.34, Edição do Autor

Imagem retirada do Google

4 comentários:

Fatyly disse...

Este poema deste grande poeta é um delícia...aliás como todos dos seus livros. Abro leio e fico com ele numa de reflexão ´quase diáia.

Adorei!

Beijocas

Nilson Barcelli disse...

Belo poema.
Boa semana, beijos.

Observador disse...

Texto curto e simultaneamente imenso.

Bela imagem.

Paula Raposo disse...

As palavras parecem fáceis ditas pelo Manuel Filipe!!
Beijos.