sexta-feira, julho 05, 2013

There is a light that never goes out *

Em ramos
de pinheiro-manso
o sol demora-se

a luz, uma voz branca
igual ao latir dos cães
que nos chega

imperceptível
cheiro a jasmim
pela janela alma
estendida ao silêncio

como Tu
apenas

Mazzy Star

Mário Rui de Oliveira

Imagem retirada do Google

2 comentários:

Fatyly disse...

há silêncios que valem tudo o que quisermos e como sabem tão bem!

Beijos

Observador disse...

Gostei muito do título.

Bj e bom fim de semana, Isabel.