quinta-feira, fevereiro 21, 2013

Quando te vi senti um súbito tremor de Primavera



Quando te vi senti um puro tremor de primavera
e a voluptuosa brancura de um perfume
No meu sangue vogavam levemente
anénomas estrelas barcarolas
O siêncio que te envolvia era um grande disco branco
e o teu rosto solar tinha a bondade de um barco
e a pureza do trigo e de suaves açucenas
Quando descobri o teu seio de luminosa lua
e vi o teu ventre  largamente branco
senti que nunca tinha beijado a claridade da terra
nem acariciara jamais uma guitarra redonda
Quando toquei a trémula andorinha do teu sexo
a adolescência do mundo foi um relâmpago no meu corpo
E quando me deitei a teu lado foi como se todo o universo
se tornasse numa voluptuosa arca de veludo
Tão lentamente pura e suavemente sumptuosa
foi a tua entrega que eu renasci inteiro como um anjo do sol.


António Ramos Rosa

Imagem retirada do Google

10 comentários:

FireHead disse...

Parece um daqueles textos de apelo à espiritualidade sexual cósmica. :P

wind disse...

lololol, só tu:)
São metáforas:)

Observador disse...

O que são metáforas, Wind?
Tem alguma coisa a ver com aquelas coisas que caem sei lá de onde ... do espaço, pronto?

Ena pá, o Ramos Rosa deu-lhe forte.

O 'Fire' tem alguma razão.
Só que "sexualidade cósmica" não está com nada.
Antes, sexualidade cómica.
:)

Bj

wind disse...

Metáforas são comparações:)
Mas ok, farto-me de rir com vocês:))))

Fatyly disse...

Oh amiga estes dois baralharam-me as ideias, nem sequer sabia que havia "espiritualidade sexual cósmica" que não paro de rir e lollll

Desconhecia o poema mas é de facto potente!

Beijocas

Observador disse...

Estes dois são do caraças pá!!!

:):):)

wind disse...

Pois são! lololol

FireHead disse...

É verdade, sim senhor! Metáforas sem comparações sem a palavra "como". Muito bem visto. :)

O Observador e a Fatyly percebem pouco de esoterismo cósmico. Sexualidade cósmica é ir fazer sexo para o espaço sideral, fora da Terra, para junto da natureza cósmica. Ou então ter sexo com um alienígena. :)

Isto também é possível meditando até alcançarmos o Nirvana, de modo a entrarmos em comunhão com os cosmos. Mas primeiro é preciso alinhar os chakras desde a mioleira até aos genitais.

E por aqui me fico porque o professor Karamba não me paga para estar a aqui a falar disto.

FireHead disse...

Errata: "metáforas são comparações sem a palavra 'como'". :)

wind disse...

Essa de fazer sexo esotérico dá muito trabalho.lololol