quarta-feira, março 23, 2011

Virtualidade



Tudo é virtual
se resume a forma
duma criatura.
O que é parcial

É a intenção
que nos leva a pôr
uma assinatura.

Para que a vida entenda
o que em si comporta
que a alma se estenda
para além de sentir-se
viva e quase morta.

E nessa extensão
que o corpo se expanda.
Como a carne pede.
Como a alma manda.

Como um animal
ferido do cio
que vai espetar
os cornos na lua.
como eu virtual.
virtual e nua.

Natália Correia

Imagem retirada do Google

4 comentários:

Paula Raposo disse...

Excelente!!!

Fatyly disse...

Li e reli porque não conhecia e sinceramente não gostei e não sei dizer a razão:)

Fico-me pela foto que é linda:)

Beijocas

Observador disse...

Muito bom.

:D

Mar Arável disse...

Grande Natália