quinta-feira, janeiro 12, 2012

Noturno



Coaxar de rãs é toda a melodia
que a noite tem no seio
- versos dos charcos
e dos juncos podres,
casualmente, com luar no meio.

Eugénio de Andrade

Imagem retirada do Google

3 comentários:

Dual disse...

Un sorriso per augurarti buona giornata :)
Gio

Fatyly disse...

tão simples e belo e como adoro ouvir o coaxar das rãs.

Beijocas

Observador disse...

Uau!!
That's a frog...
Que presumo não ter nada a ver com o SAPO, o outro.

A sério: é difícil não apreciar Eugénio.

Bj