terça-feira, novembro 12, 2013

Trecho da Praia



Como por um ralo atrás da pupila,
vêem-me agir:
nada divide o caranguejo, dividindo
os lodos em seu sulco,
e também suas pinças se amotinam
à passagem, com sombra,
duma ave marinha…

E antes da chegada ascendente do mar,
ou que alguém module a voz
pela que da nuvem soou
no paraíso, amam-se na areia.
Enquanto do largo
o halo dum navio nocturno
se expande e irisa em seu redor.


Sebastião Alba

Imagem retirada do Google

3 comentários:

FireHead disse...

Por acaso já marchava um pãozinho com pasta de caranguejo... :)

Observador disse...

Boa surpresa de um autor que não conheço.

Um caranguejo sortudo: uma praia só para ele... :)

Bj

Fatyly disse...

Há muito que não lia algo de Sebastião Alba e este não conhecia e gostei imenso.

Beijocas