segunda-feira, julho 04, 2011

Dança



Eram a delicadeza, a graça.
Mas também a fúria
da gataria ardendo nos telhados.

São jovens e dançam – formosos
como as dunas, os trigos, os cavalos.

Eugénio de Andrade

Imagem retirada do Google

2 comentários:

Observador disse...

Dá vontade de perguntar: "a menina dança?"

Fatyly disse...

e a mim deu-me vontade de responder ao Observador: não, não mi chamuuuu Constannnça:):):)

Gostei imenso da foto e do poema que embora pequeno diz tudo!

Beijocas e um bom dia