sábado, julho 09, 2011

Da voz das coisas



Só a rajada de vento
dá o som lírico
às pás do moinho.

Somente as coisas tocadas
pelo amor das outras
têm voz.

Fiama Hasse Pais Brandão

Imagem retirada do Google

3 comentários:

Fatyly disse...

Tal e qual e é essa voz que todos temos que aprender a ouvir.

Moinhos...que coisa mais bela!

Beijocas

N. Barcelli disse...

O amor faz milagres...
Gostei do poema, é excelente.
Querida amiga Isabel, bom fim de semana.
Beijo.

Paula Raposo disse...

E é mesmo assim!