sábado, janeiro 01, 2011

Recomeça...



Se puderes
Sem angústia
E sem pressa.
E os passos que deres,
Nesse caminho duro
Do futuro
Dá-os em liberdade.
Enquanto não alcances
Não descanses.
De nenhum fruto queiras só metade.

E, nunca saciado,
Vai colhendo ilusões sucessivas no pomar.
Sempre a sonhar e vendo
O logro da aventura.
És homem, não te esqueças!
Só é tua a loucura
Onde, com lucidez, te reconheças…

Miguel Torga

Imagem retirada do Google

4 comentários:

Fatyly disse...

E, nunca saciado,
Vai colhendo ilusões sucessivas no pomar.
Sempre a sonhar e vendo
O logro da aventura.
.................
um poema para começar bem o ano e fostes excelente na escolha. A foto é exemplar.

Beijos garota e vamos em frente:)

Paula Raposo disse...

Gosto imenso deste poema do Miguel Torga. Óptima escolha para este dia 1.
Beijinhos.

polittikus disse...

1 de JANEIRO. Vai começar tudo de novo... Feliz 2011.

Observador disse...

Recomeça?
Preferiria dizer que começa ... um novo tempo.

Bj