segunda-feira, julho 14, 2008

Para a dedicação de um homem



Terrível é o homem em quem o senhor
desmaiou o olhar furtivo das searas
ou reclinou a cabeça
ou aquele disposto a virar decisivamente a esquina
Não há conspiração de folhas que recolha
a sua despedida. Nem ombro para o seu ombro
quando caminha pela tarde acima
A morte é a grande palavra para esse homem
não há outra que o diga a ele próprio
É terrível ter o destino
da onda anónima morta na praia.

Ruy Belo

Foto:Zacarias Pereira da Mata

5 comentários:

Menina_marota disse...

"...É terrível ter o destino
da onda anónima morta na praia."


Ruy Belo e a essência da sua Poesia.

Bela escolha.

Bj e boa semana ;)

peciscas disse...

No entanto, é esse o destino da grande maioria de nós...

Mocho Falante disse...

Adoro Ruy Belo, adoro a sua poesia... belo tema este, adorei

beijocas

Paula Raposo disse...

Fantástico poema, como todos os de Ruy Belo. Não de fácil leitura, algumas vezes, mas este é belo!

Fatyly disse...

Infelizmente para muitos assim é!

Um abraço