domingo, maio 03, 2015

Riverdance - Celtic Spirit & Riverdance 2013



E como hoje é dia da mãe cá fica mais um poema:

Palavras para a minha mãe

mãe, tenho pena. esperei sempre que entendesses 
as palavras que nunca disse e os gestos que nunca fiz. 
sei hoje que apenas esperei, mãe, e esperar não é suficiente. 


pelas palavras que nunca disse, pelos gestos que me pediste 
tanto e eu nunca fui capaz de fazer, quero pedir-te 
desculpa, mãe, e sei que pedir desculpa não é suficiente. 

às vezes, quero dizer-te tantas coisas que não consigo, 
a fotografia em que estou ao teu colo é a fotografia 
mais bonita que tenho, gosto de quando estás feliz. 

lê isto: mãe, amo-te. 


eu sei e tu sabes que poderei sempre fingir que não 
escrevi estas palavras, sim, mãe, hei-de fingir que 
não escrevi estas palavras, e tu hás-de fingir que não 
as leste, somos assim, mãe, mas eu sei e tu sabes. 


José Luís Peixoto

5 comentários:

Fatyly disse...

Arte+arte+arte que maravilha e o sapateado parece fácil, mas não o é. Excelente!

Beijocas

FireHead disse...

Colocar um comentário no teu blogue agora já virou um pretexto para rir. Na posta anterior tive que seleccionar hambúrgueres para poder deixar o meu comentário! XD

Beijinhos.

Observador disse...

Muito bom. Merece 'dois likes'.
Beijos

Fatyly disse...

Encantada com o video nem li o poema e acrescento que é uma pérola. Beijinhos especiais à tua linda mãe:)

Beijocas

wind disse...

Eu também só acrescentei o poema depois:)