domingo, janeiro 05, 2014

O Homem do Saco


Era um homem paciente
que, em jovem, gastava os dias de verão
a erguer cidades-lego
enquanto os amigos povoavam as areias.

Adulto, na paz caseira 
armava puzzles com dois metros quadrados
para não perturbar a esposa
que coleccionava novelas.

Um dia, quando o fim se aproximou
ouviram a sua voz como um murmúrio,
-Deus, o que farás
com os minhas peças?

Manuel Filipe, in "Paciência"

Imagem retirada do Google

4 comentários:

Fatyly disse...

Excelente e não me canso de ler este poeta.

Beijocas

Observador disse...

Mesmo antes do regresso às aulas, Manuel Filipe cai bem :)

Bjs

Nilson Barcelli disse...

Também gostava de saber o que será feito das nossas peças...
Magnífica escolha poética.
Isabel, minha querida amiga, tem um bom resto de domingo e uma boa semana.
Beijo.

FireHead disse...

Depois de ver esta imagem lembrei-me duma piada do Nilton: para os daltónicos, o cubo mágico está sempre resolvido. :)