terça-feira, janeiro 21, 2014

Da voz das coisas



Só a rajada de vento 
dá o som lírico 
às pás do moinho.

Somente as coisas tocadas 
pelo amor das outras 
têm voz.


 Fiama Hasse Pais Brandão

Imagem retirada do Google

3 comentários:

FireHead disse...

O amor é o motor? Então e os que vivem sem amor, não terão motor? :)

FireHead disse...

Já agora, decidi criar um blogue dedicado à escrita: http://heredium.blogs.sapo.pt/

Em breve terá mais postas e conto desde já com a tua participação. :)

Fatyly disse...

Lindissimo!

Beijocas