quinta-feira, janeiro 10, 2013

Na mão, em dedos leves



Na mão, em dedos leves e suspensos,
Sentir o fluido peso que se esquiva.

Ou, com dedos recurvos que se tocam,
Cingir musculaturas delicadas.

Ou, prolongando em dedos a mão toda,
Medir quanto de carne ali se amplia.

A mão conhece o que mal olhos vêem.


Jorge de Sena

Imagem retirada do Google

3 comentários:

Observador disse...

Grande verdade pelas mãos de Sena.

Bj

FireHead disse...

O que eu sei é que neste momento tenho frieiras em três dedos da mão direita, o que já me levou a fazer como o Michael Jackson: andar com luva numa só mão. :)

Fatyly disse...

Gostei muito!

Beijocas