sábado, dezembro 06, 2008

O chão é cama



O chão é cama para o amor urgente,
amor que não espera ir para a cama.
Sobre tapete ou duro piso, a gente
compõe de corpo e corpo a húmida trama.

E para repousar do amor, vamos à cama.

Carlos Drummond de Andrade

Imagem retirada do Google

6 comentários:

Fatyly disse...

No e com o amor tudo é belo. Gostei imenso.

Beijocas e um bom sábado

Passaro Azul disse...

Olá Wind.
Dificil recordares este pássaro que andou tão longe deste "nosso" mundo maravilhoso.
Parabéns! Os teus espaços estão sempre em crescendo, fantásticos.
Abraço-te com amizade e saudade dos nossos jantares.
Até breve.

mfc disse...

É urgente amar.

Paula Raposo disse...

É verdade! Um belíssimo poema. Beijos.

Menina_marota disse...

Sorrio... sorrio... é verdade, sim. Quando há amor, onde interssa que ele seja manifestado?

;))
Bj

Su disse...

ameii

jocas maradas