terça-feira, junho 14, 2011

Madrigal



Tu já tinhas um nome, e eu não sei
se eras fonte ou brisa ou mar ou flor.
Nos meus versos chamar-te-ei amor.

Eugénio de Andrade

Foto:Eli

5 comentários:

Observador disse...

Com três frases apenas fico maravilhado.

Obrigado

Nina Pilar disse...

Ola depois de muito tempo estou de volta, depois de ter perdido inexplicavelmente todos os meus blogs CREPÚSCULO- A MAGIA DO ORACULO E A CEIFADORA - estou de volta, crieo mais quatro blogs e voltei a acrever, espero contar com a presença de vcs.
O endereço é: http://ceu19621107.blogspot.com/
http://ramalheteceu1962.blogspot.com/
http://ceu1962.blogspot.com/
http://eupoesiascronicacontos.blogspot.com/

Os nomes dos blogs são: Memórias fragmentadas
Nossos Abismos
Diário da minha alma
Abismos entre Nós

Então vim convidá-los pra conhecer os meus blogs será um prazer tê-los outra vez.
Abraços e beijinhos sempre carinhosos.

Céu

http://ceu19621107.blogspot.com/
http://ramalheteceu1962.blogspot.com/
http://ceu1962.blogspot.com/
http://eupoesiascronicacontos.blogspot.com/

beijinho sempre carinhoso...
E convidá-los pra conhecer os meus blog...
será um prazer tê-los ao meu lado amigos, queridos e de tantas horas...
beijinho sempre carinhoso...

Paula Raposo disse...

É fantástico dizer tanto em tão poucas palavras!!
Beijos.

Mar Arável disse...

O nosso Eugénio

Fatyly disse...

e a sua simplicidade é sempre tão preenchente e gratificante, mais-nada:)

Adorei!

Beijocas