terça-feira, março 01, 2016

Hoje acordei triste, meu Lucas.


Faz hoje 2 anos que te levei muito doente para o veterinário.
Faz amanhã 2 anos que fizeste 17 anos.
Faz depois de amanhã 2 anos que morreste.
O meu coração chora, estou a sofrer porque relembro tudo.
O meu fiel amigo e companheiro já não está comigo, a saudade e a dor ainda estão muito acentuadas.
É difícil esquecer-te, foram muitos anos juntos, passaste comigo todos os momentos bons e maus e sempre ali, juntinho, com o teu olhar forte como que a dar-me sempre força, ou com o teu olhar meigo, a dizer-me o quanto gostavas de mim.
Também eu te adorava e vou aprendendo aos poucos a estar sem ti, mas nesta altura é impossível não me lembrar de ti meu querido Luquinhas.

Tenho a certeza que um dia nos reencontraremos!

Isabel aka Wind

Foto:Isabel Cruz

6 comentários:

Observador disse...

Há quem censure gostarmos e termos saudades de um animal.
Só quem nunca teve um desconhece o verdadeiro sentimento.
Os animais são amigos incondicionais.
Entendo perfeitamente o que sentes, Isabel.
Bjs

FireHead disse...

Infelizmente a vida é mesmo assim, há vir e partir. Com 17 anos o Lucas já era centenário e bem que podes acreditar que não são todos os cães que atingem esta bonita idade.

Conheço pessoas que me disseram que não querem mais ter animais de estimação porque os que tiveram já morreram. Penso que não devemos pensar assim. A vida é uma passagem para todos nós. Quando me morreram os gatos que tinha também sofri imenso, mas a vida continua. Ainda que um novo cão ou um novo gato não substitua o animal que já partiu, sempre ajuda a colmatar a sua ausência. É por isso que eu já tive um gato que era o Yoyo em Macau quando eu era pequeno e em Portugal tive um Yoyo II. Um dia talvez eu venha a ter um Yoyo III, bastando para isso que seja preto e branco. :)

Muita força é o que eu desejo que tenhas.

Beijinhos.

wind disse...

Obrigada aos 2:)
Beijos

Fatyly disse...

Mais tarde do que nunca e como compreendo a tua dor e sabes que estou contigo.
Sei dos que falas porque ao longo da minha vida tive vários e após a partida do meu/nosso Pompom nunca mais quis ter nenhum.
Força amiga e toma lá um enorme xicoração

Fatyly disse...

Quis dizer "mais vale tarde do que nunca"...em termos de visitar :)

wind disse...

Percebi, Fatyly:)
Obrigada:)