domingo, março 18, 2012

A partir dos limites



A partir dos limites
das palavras
das árvores
o amor das árvores
as frases do desejo

as sombras
brancas
de outras palavras
outras
outras palavras
brancas

A partir das palavras
e do amor das árvores

O trajecto
mais breve
de uma sombra a outra
pode ser
outra sombra

António Ramos Rosa

Imagem retirada do Google

3 comentários:

Nilson Barcelli disse...

Gosto da poesia do António Ramos Rosa e este poema não é excepção.
Isabel, querida amiga, tem um bom resto de domingo e uma boa semana.
Beijo.

Fatyly disse...

Um belo poema e escolhes fotos geniais. Gostei imenso.

Beijocas

Observador disse...

Bonito!!!

Bj