quinta-feira, setembro 17, 2009

Sala de espera



Quem foi
antes de mim não demorou,
Aqui, senão o tempo de cansar-se....
Fiquei, na sala verde, eu só:
A sós comigo, só
Impuro e sem disfarce..

Verde, também, a vida onde esperamos
O fim que bem sabemos nos espera....
Mas enquanto aqui estamos
Sejam verdes os ramos
E verde a Primavera....

Quem por aqui passou, passou
Em busca dum pavor que lhe faltara...
Fiquei, na sala verde, eu só.
(Agora nem me dou
à flor mais rara....)

Perto me aguarda a simples decisão.
(Que por enquanto, aqui, é só a espera.)
- E , arrependido, o coração
Vai dizendo que não
À Primavera.

David Mourão-Ferreira

Foto retirada do Google

5 comentários:

Paula Raposo disse...

Muito belo poema de DMF. A foto linda d everde! Beijinhos.

Dri Viaro disse...

oi, passei pra conhecer seu blog, e desejar bom dia
bjsss

aguardo sua visita :)

rabina disse...

Primavera verde=tempo de Esperança

mfc disse...

obrigado por mais este poema do DMF...
Um beijinho

Fatyly disse...

Real...e forte que faz eco. Gostei imenso!

Beijos