quarta-feira, março 25, 2009

O trágico dilema



"Quando alguém pergunta a um autor o que este quis dizer, é porque um dos dois é burro."

Mario Quintana

6 comentários:

peciscas disse...

Inclino-me mais , como é óbvio, para a burrice do leitor.
Mas há certos autores que fazem uma certa gala em jogar à "cabra-cega" com os seus leitores.

Fatyly disse...

Ao contrário do Peciscas eu inclono-me mais para a burrice do autor, porque ao escrever tão elaborado em alta esfera e sei lá mais o quê...sabe perfeitamente que só escreve para uma elite e não para o público em geral.

Sempre que leio esta citação, penso, de que lado estaria Mario Quintana?:)

Beijocas

Paula Raposo disse...

Eh eh e é que tem razão...um deles é burro! Beijos.

Alien8 disse...

Hmmm hmmmm hmmm... no lo credo!
A pergunta até é natural, embora um tanto inconveniente. O que o autor quis dizer, é lá com ele. O que o leitor pensa que o autor quis dizer, também é lá com ele. O leitor descobre sentidos em que o autor jamais pensou, assim como o autor pensou em significados que o leitor nem cheirou...

Beijinho, Wind!

alien aboard disse...

"O leitor descobre sentidos em que o autor jamais pensou, assim como o autor pensou em significados que o leitor nem cheirou" yeap i agree ali c/ o alien (ou n foxe eu alien tb)...prontox sao os dois burros ou nenhum dos dois o é, ou o leitor tem o nariz entupido lol

miga deste origem a um debate interexante ;)

Donnola disse...

n sei. às vezes as coisas n têm explicação, gosta-se ou não