sexta-feira, maio 09, 2014

Madrigal



Toda a manhã
fui a flor 
impaciente
por abrir.

Toda a manhã
fui ardor
do sol
no teu telhado.

Toda a manhã
fui ave
inquieta
no teu jardim.

Toda a manhã
fui ave ou sol ou flor
secretamente 
ao pé de ti.

Eugénio de Andrade

Imagem retirada do Google

5 comentários:

FireHead disse...

Tenho aqui poemas de Eugénio traduzidos para chinês. Alguém quer? :)

wind disse...

Eu não ia entender nada:)

Observador disse...

Eugénio tem coisas muito interessantes.

Isabel, já viste a figura que fazias, colocando poemas de Eugénio de Andrade em chinês?
A maltya até ficava com os olhos em bico.

Fire, 'bora nisso'.

Nilson Barcelli disse...

Grande Eugénio, é brilhante mesmo na simplicidade.
Bom fim de semana.
Beijo.

Fatyly disse...

Uma ternura de quem sabe "esperar".

Fire
Começa no teu blogue a dar lições de chinês e pode ser que eu aprenda alguma coisa:)

Beijocas