quinta-feira, fevereiro 23, 2012

A hera



A meticulosa beleza do real
Onda após onda pétala a pétala
E através do pano do toldo
A sombra aérea da hera
Tecedora incessante de grinaldas.

Sophia de Mello Breyner Andresen

Imagem retirada do Google

3 comentários:

Fatyly disse...

e façamos grinaldas com heras imagináveis para conforto da alma.
A ternura de Sophia pelas coisas reais e tão simples. Adorei!

Beijocas

Observador disse...

Em cinco linhas, Sophia mostra o que vale.

Bj

mfc disse...

Completamente enternecedor!!