quinta-feira, novembro 20, 2014

domingo, novembro 16, 2014

Arco-Íris



— Disseram-me que o Amor era azul.
E, minha Mãe, eu hei-de amar!
Disseram-me que o amor era vermelho.
E, minha Mãe, eu hei-de amar!
Disseram-me que o Amor era violeta.
E, minha Mãe, eu hei-de amar!
E verde é a minha esperança!
E se eu chorar, minha Mãe?
— Dou-te um lencinho de branca nuvem
E enxugas as lágrimas.


Matilde Rosa Araújo

Imagem retirada do Google

sexta-feira, novembro 14, 2014

A paixão nua



A paixão nua e cega dos estios 
Atravessou a minha vida como rios 

Sophia de Mello Breyner Andresen

Imagem retirada do Google

quarta-feira, novembro 12, 2014

Andam palavras na noite



Andam palavras na noite
Cansadas de me chamar.
Trago os meus lábios salgados
E algas no paladar.


Eu sou um grande oceano
Que só fala a voz do mar!
Mas já sinto o mar cansado
De pedir o luar ao céu
Que a Noite não lhe quer dar!


Natália Correia

Imagem retirada do Google

terça-feira, novembro 11, 2014

segunda-feira, novembro 10, 2014

Beijo



Um beijo em lábios é que se demora
e tremem no de abrir-se a dentes línguas
tão penetrantes quanto línguas podem.
Mas beijo é mais. É boca aberta hiante
para de encher-se ao que se mova nela.
É dentes se apertando delicados.
É língua que na boca se agitando
irá de um corpo inteiro descobrir o gosto
e sobretudo o que se oculta em sombras
e nos  recantos em cabelos vive.
É beijo tudo o que de lábios seja
quanto de lábios lábios se deseja.


Jorge de Sena

Imagem retirada do Google

sábado, novembro 08, 2014